Exposição em São Paulo celebra a história do rádio e suas primeiras cantoras no Brasil

Berger Vogt
Berger Vogt 2 Min Read
2 Min Read

Em cartaz nos 19º e 20º andares do Farol Santander, a mostra sobre cultura radiofônica fica disponível até o dia 25 de junho

Está em cartaz, nos 19º e 20º andares do Farol Santander, em São Paulo, a nova exposição “As Cantoras e a História do Rádio no Brasil”, que fica disponível no espaço até o dia 25 de junho. Com fotos, aparelhos antigos e raros e objetos pessoais das grandes divas da era de ouro da radiofonia, a mostra apresenta a trajetória pelo país do rádio e celebra grandes personalidades femininas que trilharam suas carreiras nesse meio de comunicação. Os acervos vão desde a década de 1920 até 1960. “Lógico que hoje os meios de comunicação avançam significantemente, com a internet e redes sociais, mas o rádio penetra em todas as camadas sociais. Ele é extremamente popular, principalmente no Nordeste brasileiro, nos rincões, as notícias e informações chegam através do rádio”, afirmou o empresário Genildo Barbosa, à Jovem Pan News, durante sua visita à mostra. Além da trajetória do veículo, na exposição também é possível soltar a voz em um karaokê com músicas da época e conferir a história das rainhas do rádio.

Foi a partir da década de 30 que o público feminino desabrochou no rádio, que era um meio majoritariamente dominado por homens. Na mostra, a trajetória de 24 artistas é contada com fotos e objetos pessoais das musas. “O rádio trouxe a voz para a mulher de uma forma ativa, onde ela pudesse cantar e falar. Consequentemente isso foi evoluindo e mostrando que a mulher não serve só para ficar em casa”, declarou a corretora de imóveis Daniela Brito, que também foi conferir a exposição.

Share This Article